quarta-feira, 19 de julho de 2017

Book Review | O Plano de Miss Fairbourne



O Plano de Miss Fairbourne
O Quarteto Fairbourne - Vol. 1

de Madeline Hunter 
SINOPSE
Um negócio gerido por uma mulher? Em 1798? Parece impossível! Mas é esse mesmo o plano de Emma Fairbourne após a morte do pai. Apesar de saber que se trata de uma jogada arriscada, ela está disposta até a contratar um belo e encantador homem para servir de disfarce, tudo para manter vivo o legado da leiloeira Fairbourne’s...

Só que o patriarca Maurice Fairbourne tinha um sócio desconhecido, Darius, o Conde de Southwaite. Darius é um homem habituado a ter o que quer e sem o menor interesse em gerir uma leiloeira, muito menos uma (desconfia ele) envolta em escândalos que poderiam arruinar a sua reputação. Não contava era com a vontade férrea de Emma, cuja frontalidade é simultaneamente exasperante e sensual. Darius decide tentar então uma nova abordagem, que não só fará com que ela se renda a ele, mas proporcionará imenso prazer a ambos...


RESUMO/OPINIÃO:
O livro começa por nos apresentar Emma Fairbourne, uma mulher que devido a circunstâncias da vida se encontra com um negócio em mãos, uma Leiloeira, mas que para a época é impensável ser ela a geri-la. Conhecemos também Darius, o Conde de Southwaite e logo no início é percetível perceber que não são indiferentes um ao outro. A primeira passagem do livro é durante um leilão é há logo faísca entre os personagens principais. Com a morte do pai, Emma fica a saber que o Conde é sócio do pai na Leiloeira e há interesse da parte dele em que o negócio seja rapidamente vendido. Depois do suposto derradeiro leilão, Emma e Darius têm uma série de encontros e começam a ter fantasias sensuais um com um outro até que Darius percebe que há algum interesse de Emma por ele. É neste momento que é apresentada Cassandra que é amiga de Emma, pertence à nobreza, mas que é mal vista pelos seus pares devido ao seu comportamento “indecoroso” (Cassandra será a protagonista do segundo livro da série). Emma continua também a fazer descobertas relacionadas com o desaparecimento do seu irmão e que levou ao acidente que matou o seu pai. As descobertas começam quando recebe em sua casa Marielle (protagonista do terceiro livro da séria) uma refugiada francesa que traz consigo uma carroça cheia de material contrabandeado. Com a série de encontros que há entre as duas são levantadas suspeitas sobre Emma que deixam o Conde desconfiado. Num dos encontros entre Emma e Southwaite acontece o primeiro beijo do casal o que deixa a jovem prestes a render-se... Darius continua a investigar a contabilidade da leiloeira e percebe algumas incongruências que o levam a suspeitar da existência de contrabando na Fairbourne. São também apresentados Kendale e Ambury, amigos de Southwaite (que vão protagonizar outros livros da série) com quem tem montado um esquema de vigilância da costa devido à hipótese de invasão das tropas francesas.
Quando Emma visita a casa do pai que fica na costa e tenta contactar os contrabandistas da zona, Darius aparece e intromete-se no encontro. Com medo que mais alguém possa ter seguido a jovem e que lhe possa fazer mal o Conde leva-a para a sua casa. Na primeira noite que partilham a mesma casa ele convida-a para visitarem as zonas sociais da sua casa e quando estão no salão de baile só à luz das velas a magia acontece... cumprindo com o seu dever Southwaite pede Emma em casamento. Mas, a jovem nega, pois, encara que o pedido foi feito com obrigação e sem sentimento.
Depois deste momento, o casal volta para Londres separado e ultimam-se os preparativos para o leilão. Darius faz tudo para que o evento seja um sucesso e promove junto dos seus pares o evento. Entretanto a Emma tem provas de que o seu irmão foi raptado e ela começa a ser vitima de chantagem... precisa urgentemente de dinheiro se quiser libertar o seu irmão.
O leilão torna-se o evento da temporada e para comemorar o Conde convida Emma para sua casa. Conhecemos então Lidya a irmã mais nova do Conde (e que será protagonista do último livro desta serie). A noite entre os dois é mágica, mas no dia seguinte Emma é contactada novamente pelos raptores para entregar o dinheiro, mas terá também de fazer um “favor” que colocará em causa toda a sua vida e a sua relação com Southwaite.
Emma coloca um ponto final na relação com Darius e parte para a costa para realizar o “favor” que lhe poderá devolver o irmão...

Agora é deixar a imaginação voar e pensar qual será o final desta história.... Será que o irmão de Emma está vivo? Qual será o “favor” que Emma tem de fazer? Será que Darius perdoa a traição de Emma?

Se ficaram com a curiosidade aguçada não percam tempo e comprem já o livro! Está disponível na Wook, FNAC, Bertrand.

É um livro de leitura fácil, com uma história que cativa logo nas primeiras linhas. É um livro de época (que eu especialmente adoro) que nos remonta para uma altura em que os direitos das mulheres eram tão diminutos e os hábitos, costumes e normas sociais ditavam a vida das pessoas. As personagens principais têm personalidades vincadas, Emma cativa por romper com os padrões femininos de época e querer manter o seu negócio e fazer valer a sua opinião num mundo de homens, para além do seu gosto por arte e a amizade com Cassandra. Southwaite envolve-nos pelo seu encanto com Emma, o seu grupo de amigos e a sua retidão. O livro também apresenta as personagens que protagonizam os outros livros da série e que espicaça a nossa curiosidade para os outros livros da série...

Aguardo a vossa opinião nos comentários!

Espero que tenham gostado :)
Beijinhos,
Ana Catarina

3 comentários:

  1. Que bom que deve ser... Pareceu-me mesmo interessante!
    Beijinhos
    Joana
    https://curlyhairandlipsticks.wordpress.com

    ResponderEliminar
  2. A sinopse agarrou-me para ser sincera, fiquei super curiosa...
    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
  3. Já a li? será que a conheço de algum filme? o certo é que esta história não me é estranha, nem tão pouco os seus personagens! Também não é de admirar: quando tinha os meus 8 anos viciei-me nos livros e já muitos anos e muitas histórias por mim passaram :) .

    Bom início, Ana Catarina! boa sorte para o blog, agora enriquecido com uma colaboradora! Beijinho!

    De qualquer maneira está muito bem introduzida e aguça o apetite para ser lida!

    ResponderEliminar

A tua opinião é muito importante, deixa aqui o teu comentário! :)

Obrigada pela visita e espero encontrar-te aqui brevemente <3