quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Book Review | O desejo de Lady Cassandra




O Desejo de Lady Cassandra

O Quarteto Fairbourne - Vol. 2
de Madeline Hunter 


SINOPSE

O nome de Lady Cassandra Vernham é sinónimo de escândalo entre a alta-sociedade. Espantosamente, a jovem teve o descaramento de recusar o pedido de casamento do barão Lakewood, o homem que comprometeu a sua reputação. Abandonada pela família, Cassandra vê-se obrigada a vender em leilão os únicos bens que lhe restam. Mas a sorte não está do seu lado, pois as suas jóias  mais valiosas são arrematadas mas não são pagas.
O visconde Ambury não tem a mínima intenção de pagar a Cassandra. Para além de desconfiar que as jóias  são roubadas, nutre pela jovem um ódio tremendo, uma vez que a julga responsável pela morte do seu amigo Lakewood. Mas nem mesmo esse rancor trava a sua embaraçosa imaginação. Para mal dos seus pecados, Ambury não consegue impedir-se de a desejar, de sonhar com ela na sua cama, a realizar as suas fantasias mais ousadas.
O convívio constante dos dois, porém, revela-se fatal. As chamas provocadas pelos seus confrontos vão iluminar segredos obscuros que alterarão as suas vidas para sempre.

Resumo/Opinião:
O livro começa com Cassandra no casamento de Emma. Conhecemos melhor Yates, que apesar de ser visconde leva uma vida desafogada mas modesta já que a mesada que o seu pai lhe dá é bastante parca. Yates comprou uns brincos que Cassandra consignou no leilão de Emma, mas ainda não lhos pagou. Logo nesse momento é percetível que aqueles brincos vão ser ponto central do livro e que guardam muitos segredos. Conhecemos a Tia Sophie, com que Cassandra vive e é pela generosidade da tia que consegue escapar ao casamento de conveniência que o seu irmão lhe quer arranjar. Cassandra foi apanhada numa situação comprometedora há uns anos e recusou casar com o cavalheiro que a tinha comprometido, que posteriormente acabou por morrer num duelo. Este episódio deixou Cassandra com má fama na sociedade londrina e começou a ser vista como leviana. O cavalheiro pertencia ao círculo íntimo dos amigos de Yates, Darius e Kendale que culpabilizam Cassandra pela morte do amigo.
No dia seguinte ao casamento de Emma e Darius, Cassandra e Lydia (apresentada no livro anterior, a irmã de Southwaite) saem para andar a cavalo e tomar banho no mar. Durante o passeio, avistam Ambury e Kendale a tomar banho nus no mar. Em vez de saírem de lá, as amigas ficam a espia-los até que eles se apercebem na presença de alguém e elas fogem. Cassandra fica encantada com o físico de Ambury e quando ele a confronta com a presença dela na praia ela fica constrangida por ele perceber que ela gostou do que viu. Yates começa a ter algumas conversas atrevidas com Cassandra que fica sempre envergonhada, pois a fama de namoradeira que lhe é atribuída, é bastante inflamada.
Quando o casal retoma o assunto dos brincos comprados por Yates existe uma discussão entre ambos que o visconde insinua que a Tia Sophie (Cassandra consignou os brincos que pertenciam à sua tia) possa ter roubado aqueles brincos. Num momento de desejo o casal beija-se… e nenhum consegue esquecer o sucedido. Numa visita de Ambury à propriedade da família percebemos que aqueles brincos pertencem às joias da sua família…
Yates está cada vez mais atraído por Cassandra mas não deixe de investigar a história dos brincos já que foi o seu pai, enfermo que lhe pediu que tentasse perceber como as joias foram parar fora da família. Também percebemos que as memórias da Tia Sophie a transportam mais para o passado do que o presente e o irmão de Cassandra aproveita essa fragilidade da tia para pressionar a irmã a regressar a casa e a fazer um casamento que lhe convém.
Numa tentativa de resgatar o bom nome de Cassandra aos olhos da sociedade Emma e Darius promovem um jantar em que está presente Ambury, Gerald (irmão de Cassandra) entre outros pares do reino. Nesse jantar a química de Yates e Cassandra é cada vez mais forte e quando Gerald tenta humilhar a irmã na presença de Ambury e tensão entre os dois é palpável. Gerald, Conde de Barrewood pede para falar em privado com a irmã e é aí que apresenta as suas reais intenções... Cassandra fica de tal forma perturbada que abandona o jantar, mas Ambury segue-a e quando chegam a casa da Tia Sophie o desejo é mais forte e o casal só não se envolve porque a Tia Sophie “interrompe” o casal.
Com as ameaças concretas de Gerald, Cassandra começa a preparar a sua fuga e da Tia para a América, mas antes de partir vai visitar a mãe à propriedade da família.
Quando Yates visita a propriedade do Conde de Barrewood, devido aos rumores que existem em Londres de que foi visto durante a noite a sair da casa de Sophie, Cassandra informa-o que ficou noiva e que vai casar com um noivo que não conhece… Yates pede a mãe de Cassandra em casamento, que lhe nega o pedido pois diz que ela já está noiva… Ambury percebe que Gerald está a chantagear a irmã, obrigando-a a casar com quem ele escolheu para soltar a tia de ambos. O visconde Ambury propõe a Cassandra fugirem, casarem e soltarem a tia Sophie. Com alguma renitência a jovem aceita. O casal casa na propriedade de Kendale, mas só quando regressam a Londres com a Tia Sophie já a salvo é que o casal consuma o casamento. A química entre os dois é inegável.
Numa visita à propriedade rural da família de Ambury, Cassandra percebe o porque do interesse tão grande de Yates pelos brincos… Com a descoberta que fez e com a missiva da Tia Sophie a dizer que corre perigo, Cassandra parte para Londres sem esperar pelo marido.
Quando o casal, se reencontra em Londres o clima entre os dois é tenso e as desconfianças adensam-se…
Quando Ambury leva a cabo uma investigação sobre uma propriedade que era da família e conclui que a mesma pertence a Sophie começa a ficar cada vez mais desconfiado…
Muitas dúvidas pairam no ar... Como será que Sophie ficou na posse das joias da família de Yates? Será ladra? Terá sido um presente de um amante? Se foi um amante quem terá disso? Porque terá Barrewood tanta raiva da irmã e da tia? Será que o casal resolve as suas diferenças?

Caso queiram saber o final da história não percam tempo e comprem já o livro! Está disponível na Wook, FNAC, Bertrand.
Para quem leu o primeiro livro e se apaixonou por Emma e Darius este livro é uma excelente oportunidade para continuar a acompanhar a vida do casal. A química entre Yates e Cassandra é inegável, mas, ao contrário de Emma e Darius este casal casa-se e só depois se começa a conhecer melhor. Os segredos das famílias tanto de um como de outro também mantêm a trama interessante e ao longo do livro vamos descobrindo que a história do comprometimento de Cassandra que levou à morte de um dos amigos dos cavalheiros tem contornos que não conhecemos, adensando ainda mais a curiosidade para os outros dois livros...

Aguardo a vossa opinião nos comentários!

Espero que tenham gostado :)

Beijinhos,
Ana Catarina

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

A dupla maravilha para pele sensível/atópica

Quem, como eu, tem pele atópica sensível a perfumes sabe como é difícil encontrar um gel de duche e um creme hidratante bons, mas que ao mesmo tempo sejam amigos da carteira.

Pois bem, há cerca de um ano descobri a linha Avenatopic, da Avena Kinesia, e desde então tenho usado sempre os mesmos produtos. Como se costuma dizer, "em equipa que ganha não se mexe", e além disso não será fácil encontrar substitutos que tenham uma relação qualidade/preço tão boa quanto estes.

Ambos são produtos especificamente desenvolvidos para aliviar e reparar a pele sensível e atópica, reduzindo as irritações e a comichão. Contêm 10% de Avenacalm, um complexo emoliente à base de aveia 100% natural que repara, suaviza e oferece hidratação extra à pele. A sua fórmula, aprovada por dermatologistas, baixa em sulfatos e sem parabenos, deixa uma agradável sensação de conforto e hidratação na pele ao mesmo tempo que melhora visivelmente a sua aparência.



O primeiro produto que experimentei foi o gel de duche, que não tem sabão na sua composição e vem em embalagens de 600ml, o que é óptimo pois dura imenso tempo e dá para toda a família. O produto em si é transparente e quando aplicado não faz muita espuma, exactamente para não ressecar a pele. 
Eu compro sempre na Primor, por 1,99€, no entanto já o vi à venda no hipermercado Continente mas com um preço menos "doce" (cerca de 5€/6€).

Por ter gostado tanto do gel e sentir a minha pele realmente melhor após o duche - sem irritação, nem comichão e menos ressecada - decidi dar uma oportunidade ao creme hidratante.



Este vem numa embalagem de 400ml, com um pump, o que facilita bastante na hora de aplicar e tem uma consistência leve de rápida absorção. O poder de hidratação não é "woooow" mas é bem satisfatório na minha opinião. Uso-o diariamente, tanto em fases em que não tenho eczema como em fases de "crise", pois apesar de ter perfume este está nos últimos ingredientes e é bem suave, não causa qualquer tipo de irritação.
Tal como o gel, também compro na loja online da Primor e custa 3,95€.

Já conheciam estes produtos?
Têm mais dicas de produtos bons para pele sensível/atópica?

Beijinhos,




quarta-feira, 19 de julho de 2017

Book Review | O Plano de Miss Fairbourne



O Plano de Miss Fairbourne
O Quarteto Fairbourne - Vol. 1

de Madeline Hunter 
SINOPSE
Um negócio gerido por uma mulher? Em 1798? Parece impossível! Mas é esse mesmo o plano de Emma Fairbourne após a morte do pai. Apesar de saber que se trata de uma jogada arriscada, ela está disposta até a contratar um belo e encantador homem para servir de disfarce, tudo para manter vivo o legado da leiloeira Fairbourne’s...

Só que o patriarca Maurice Fairbourne tinha um sócio desconhecido, Darius, o Conde de Southwaite. Darius é um homem habituado a ter o que quer e sem o menor interesse em gerir uma leiloeira, muito menos uma (desconfia ele) envolta em escândalos que poderiam arruinar a sua reputação. Não contava era com a vontade férrea de Emma, cuja frontalidade é simultaneamente exasperante e sensual. Darius decide tentar então uma nova abordagem, que não só fará com que ela se renda a ele, mas proporcionará imenso prazer a ambos...


RESUMO/OPINIÃO:
O livro começa por nos apresentar Emma Fairbourne, uma mulher que devido a circunstâncias da vida se encontra com um negócio em mãos, uma Leiloeira, mas que para a época é impensável ser ela a geri-la. Conhecemos também Darius, o Conde de Southwaite e logo no início é percetível perceber que não são indiferentes um ao outro. A primeira passagem do livro é durante um leilão é há logo faísca entre os personagens principais. Com a morte do pai, Emma fica a saber que o Conde é sócio do pai na Leiloeira e há interesse da parte dele em que o negócio seja rapidamente vendido. Depois do suposto derradeiro leilão, Emma e Darius têm uma série de encontros e começam a ter fantasias sensuais um com um outro até que Darius percebe que há algum interesse de Emma por ele. É neste momento que é apresentada Cassandra que é amiga de Emma, pertence à nobreza, mas que é mal vista pelos seus pares devido ao seu comportamento “indecoroso” (Cassandra será a protagonista do segundo livro da série). Emma continua também a fazer descobertas relacionadas com o desaparecimento do seu irmão e que levou ao acidente que matou o seu pai. As descobertas começam quando recebe em sua casa Marielle (protagonista do terceiro livro da séria) uma refugiada francesa que traz consigo uma carroça cheia de material contrabandeado. Com a série de encontros que há entre as duas são levantadas suspeitas sobre Emma que deixam o Conde desconfiado. Num dos encontros entre Emma e Southwaite acontece o primeiro beijo do casal o que deixa a jovem prestes a render-se... Darius continua a investigar a contabilidade da leiloeira e percebe algumas incongruências que o levam a suspeitar da existência de contrabando na Fairbourne. São também apresentados Kendale e Ambury, amigos de Southwaite (que vão protagonizar outros livros da série) com quem tem montado um esquema de vigilância da costa devido à hipótese de invasão das tropas francesas.
Quando Emma visita a casa do pai que fica na costa e tenta contactar os contrabandistas da zona, Darius aparece e intromete-se no encontro. Com medo que mais alguém possa ter seguido a jovem e que lhe possa fazer mal o Conde leva-a para a sua casa. Na primeira noite que partilham a mesma casa ele convida-a para visitarem as zonas sociais da sua casa e quando estão no salão de baile só à luz das velas a magia acontece... cumprindo com o seu dever Southwaite pede Emma em casamento. Mas, a jovem nega, pois, encara que o pedido foi feito com obrigação e sem sentimento.
Depois deste momento, o casal volta para Londres separado e ultimam-se os preparativos para o leilão. Darius faz tudo para que o evento seja um sucesso e promove junto dos seus pares o evento. Entretanto a Emma tem provas de que o seu irmão foi raptado e ela começa a ser vitima de chantagem... precisa urgentemente de dinheiro se quiser libertar o seu irmão.
O leilão torna-se o evento da temporada e para comemorar o Conde convida Emma para sua casa. Conhecemos então Lidya a irmã mais nova do Conde (e que será protagonista do último livro desta serie). A noite entre os dois é mágica, mas no dia seguinte Emma é contactada novamente pelos raptores para entregar o dinheiro, mas terá também de fazer um “favor” que colocará em causa toda a sua vida e a sua relação com Southwaite.
Emma coloca um ponto final na relação com Darius e parte para a costa para realizar o “favor” que lhe poderá devolver o irmão...

Agora é deixar a imaginação voar e pensar qual será o final desta história.... Será que o irmão de Emma está vivo? Qual será o “favor” que Emma tem de fazer? Será que Darius perdoa a traição de Emma?

Se ficaram com a curiosidade aguçada não percam tempo e comprem já o livro! Está disponível na Wook, FNAC, Bertrand.

É um livro de leitura fácil, com uma história que cativa logo nas primeiras linhas. É um livro de época (que eu especialmente adoro) que nos remonta para uma altura em que os direitos das mulheres eram tão diminutos e os hábitos, costumes e normas sociais ditavam a vida das pessoas. As personagens principais têm personalidades vincadas, Emma cativa por romper com os padrões femininos de época e querer manter o seu negócio e fazer valer a sua opinião num mundo de homens, para além do seu gosto por arte e a amizade com Cassandra. Southwaite envolve-nos pelo seu encanto com Emma, o seu grupo de amigos e a sua retidão. O livro também apresenta as personagens que protagonizam os outros livros da série e que espicaça a nossa curiosidade para os outros livros da série...

Aguardo a vossa opinião nos comentários!

Espero que tenham gostado :)
Beijinhos,
Ana Catarina